O que é Siemenpuu?

A Fundação Siemenpuu apoia o trabalho pelo meio ambiente realizado pela sociedade civil nos países em desenvolvimento. O apoio é direcionado para iniciativas planejadas e implementadas pelas organizações no hemisfério Sul nas comunidades locais que promovam a democracia ecológica, bem viver (buen vivir), conservação da natureza ou combate contra as ameaças ambientais. Além do ambientalismo, são considerados os direitos humanos, a justiça social e a diversidade cultural.

Siemenpuu é uma Fundação criada em 1998 por 15 organizações finlandesas de desenvolvimento e ambientalismo. O nome Siemenpuu, em português, significa Árvore de sementes. Durante o período de 2002-2013, financiou mais de 450 iniciativas ambientais de organizações em países em desenvolvimento, em mais de 50 países. O funcionamento da Fundação Siemenpuu é financiado dos fundos de desenvolvimento do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia, e seu orçamento para 2017 é de 1.25 milhões.

Muitas pessoas têm a impressão de que a conservação da natureza seria de interesse apenas para aqueles que tenham as condições financeiras para isso. Ainda existe uma impressão de que nos países mais ricos já conseguimos resolver o conflito entre o crescimento econômico e os problemas ambientais. A pobreza, por sua vez, é muitas vezes visto como a causa de uma série de problemas ambientais, quando as pessoas são obrigadas a cortar florestas para ter lenha ou pescar os últimos peixes das águas.

Abordando a situação através de dívida e pegada ecológica, chegamos a uma compreensão muito diferente. Conforme anotado no relatório de 2011 do Programa Ambiental das Nações Unidas UNEP, justamente o aumento da riqueza é que gera as graves ameaças ambientais. O problema central, portanto, é constituído pelos países ricos, que transferem a maior parte dos impactos ambientais, resultados do seu modo de vida, ao hemisfério Sul. No fundo dos problemas ambientais estão, acima de tudo, a cultura industrial moderna, a economia baseada no crescimento contínuo, a desigualdade crescente e a conceitualização técnico-econômico da natureza.

Na sua operação, Siemenpuu apoia a identificação das causas primárias de problemas ambientais e sociais complexas, a conscientização sobre estas relações causais e ação que influencie as causas primárias. Siemenpuu busca cooperação de longo prazo com seus parceiros no Sul e um aumento de interação baseada em igualdade. Ao mesmo tempo, visamos aprofundar o diálogo sobre as questões ambientais substantivas e a cooperação dos movimentos sociais do norte e do sul.

O apoio da Fundação é dirigida principalmente pelos oito programas de cooperação regionais, focados em diferentes temas. Os projetos individuais de fora dos programas são apoiados em casos especiais. Siemenpuu é especialista profissional nos temas-chave da sua atuação de financiamento de iniciativas. Siemenpuu tem temas de conscientização, trocados cada dois anos.

Oito programas de cooperação regionais, focados em diferentes temas
de Siemenpuu:

  • Indonésia: conservação e uso sustentável da floresta
  • Índia: Os direitos dos povos indígenas Adivasi
  • Índia: a soberania alimentar no estado de Tamil Nadu
  • Índia e Nepal: Diálogo sobre a Democracia ecológica em Ásia do Sul
  • América Latina: alternativas às monoculturas
  • Mali: conservação e conscientização ambiental no conselho de Sikasso
  • Região do Mekong: Política da energia sustentável
  • Diálogo Mundial pelo bem viver (buen vivir)